Notícias

O elusivo Cachorro-vinagre

A coloração avermelhada dos pelos e o característico odor de vinagre dão nome ao homenageado do Gem Saviour da semana. Foto: Tim Ellis.

Redação Gem Saviour·
26 de julho de 2013·11 anos atrás

Simpáticos cachorros-vinagre fotografados no Twycross Zoo, Inglaterra. Foto: Tim Ellis/Flickr
Simpáticos cachorros-vinagre fotografados no Twycross Zoo, Inglaterra. Foto: Tim Ellis/Flickr

Speothos venaticus, este é o nome científico do cachorro-vinagre(tambémcachorro-do-mato-vinagreecachorro-do-mato), uma espécie de canídeo nativa da Américas Cental e do Sul. Encontrada em áreas de florestas pluviais,deciduaisesemideciduais, abrange uma vasta região descontinua entre o Panamá e o Peru. No Brasil, sua distribuição original inclui toda a região amazônica, regiões Centrais e de Minas Gerais até Santa Catarina. Ainda assim é um pouco conhecido da maior parte da população.

É um canídeo com corpo atarracado, orelhas, pernas e cauda curtas. O comprimento médio da cabeça e do corpo é fica entre 57 e 75 cm, o da cauda 12,3 cm em média e o peso fica entre 5 e 7 kg. A coloração varia entre o marrom claro e o escuro, tendo tonalidade mais clara na cabeça e no pescoço. Animal semiaquático, seus dedos estão ligados por membranas interdigitais que o permitem nadar e mergulhar com facilidade.

O cachorro-vinagre se alimenta de crustáceos, aves, anfíbios e pequenos répteis, além de roedores como pacas e cotias. Também pode alimentar-se de presas maiores, como capivaras ou emas. Embora seja um animal pequeno, também é feroz, com fortes mandíbulas, e graças ao padrão de caça cooperativa (em bandos de até dez indivíduos) da espécie, em grupo são capazes de derrubar animais maiores.

A estrutura social dos grupos é fortemente hierarquizada, onde membros se comunicam através de um rico repertório de latidos. Os seus hábitos são diurnos e, à noite, se recolhem para dormir em tocas ou cavidades nas árvores. Gregários, vivem em grupos familiares pequenos, nos quais apenas o casal dominante se reproduz. O período reprodutivo do cachorro-vinagre fêmea ocorre duas vezes por ano, que varia conforme o sítio onde vivem.  A gestação dura em média 67 dias e resulta em ninhadas de 4 a 6 crias, que nascem em tocas e são alimentadas pelos adultos até cerca de cinco meses. A maturidade sexual é atingida aos 12 meses e a expectativa de vida média é de 10 anos.

Apesar de muito difundida, a espécie parece ser rara em toda a sua gama. O Speothos venaticus  tem provado ser extremamente difícil de localizar na natureza, o que torna as estimativas de tendências populacionais algo difícil. Acredita-se que existem menos de 110.000 indivíduos (metade dos quais adultos) e provavelmente sofre um declínio de  aproximadamente 10% por década como resultado da perda contínua do hábitat.

O cachorro-vinagre é muito susceptível à destruição de seu habitat e a doenças transmitidas por cães domésticos. A diminuição da vegetação ocasionando a diminuição de presas para a espécie também tem contribuído muito para o seu desaparecimento. É uma espécie pouco estudada pouco se sabendo sobre sua biologia na natureza. É classificada pela IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza) como espécie Quase Ameaçada e pelo IBAMA, como Vulnerável.

 

 

 

 

 

Leia também

Salada Verde
23 de fevereiro de 2024

Justiça Federal impõe mais de R$ 316 milhões em indenizações por desmatamento ilegal

Infrações ambientais foram identificadas pelo MPF por meio do Amazônia Protege, projeto que utiliza monitoramento por satélite para responsabilizar os atores dos desmatamentos ilegais

Notícias
23 de fevereiro de 2024

MPF no Acre arquiva denúncia da CPI das ONGs contra servidores do ICMBio

Servidores do órgão foram acusados de abusos contra moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, no Acre; para procurador, acusações são “genéricas e sem fato concreto”

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos índices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Mais de Gem Saviour

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.