Salada Verde

Nave Mãe Terra – Rita Lee também deixa legado na área ambiental

Há cerca de 40 anos, quando o ambientalismo ainda era incipiente, a cantora lançou série de livros infantis sobre a temática

Cristiane Prizibisczki·
9 de maio de 2023
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Sempre à frente do seu tempo, a cantora Rita Lee deixou um precioso legado não só para a música e a cultura brasileira, mas também na luta pela preservação da natureza. Há cerca de 40 anos, quando o assunto ainda era incipiente e restrito a pequenos nichos, a cantora publicou uma série de livros infantis sobre a temática.

“Uma vez, adotei um ratinho lindo. Papo vai, papo vem, ele me contou toda a sua história. E me disse que já havia sido gente! E mais: que se transformou em um rato para defender os bichos e a natureza. Gostei tanto que vou contar para vocês as aventuras de Alex.” Assim começa a saga do Dr. Alex, um cientista alemão defensor do meio ambiente que se transforma em rato para se livrar de um grupo de malvados. 

A primeira edição da série, que conta com quatro títulos, foi publicada entre 1986 e 1992. Em 2020, a Editora Globo relançou os livros, com textos revisados pela autora e novo projeto gráfico.

Reprodução das capas da série de livros infantis com temática ambiental, escritos por Rita Lee.

“Esses quatro livrinhos do ratinho Alex foram escritos nos anos 80, quando quase ninguém falava de meio ambiente, defesa dos animais, mineração desenfreada e tantas outras tragédias. A Globo Livros resolveu lançá-los por achar os temas mais atuais hoje do que nunca. O que fiz foi revisitar os textos e ganhei ilustrações belíssimas de Guilherme Francini e Quihoma Isaac”, disse a cantora ao jornal Extra, à época do relançamento dos livros.

“Escrever para crianças me dá o prazer de conversar com gente do futuro, gente que vai herdar nossa Nave Mãe Terra. Passo informações sobre os perigos pelos quais nosso planeta, especialmente o Brasil, está passando em relação à destruição e o desrespeito à Natureza”, disse ela, referindo-se à natureza com a letra maiúscula mesmo.

Além desta série, Rita Lee também se manifestou publicamente, em diferentes ocasiões, em defesa da preservação dos biomas brasileiros. 

Em entrevista ao jornal O Globo em setembro de 2020, Rita Lee criticou a política anti-ambiental do governo Bolsonaro. “Não é de agora que a Amazônia vem sendo estuprada. E também o Pantanal. Mas, nesse momento, tudo está ainda pior”. 

Rita Lee faleceu nesta segunda-feira (8). Ela foi diagnosticada com câncer de pulmão em 2021 e desde então vinha fazendo tratamentos contra a doença.

  • Cristiane Prizibisczki

    Cristiane Prizibisczki é Alumni do Wolfson College – Universidade de Cambridge (Reino Unido), onde participou do Press Fellow...

Leia também

Biblioteca
19 de julho de 2022

Olhar Perto, Enxergar Longe: Crônicas ambientais atemporais

Gem Saviour homenageia um dos seus fundadores, Marcos Sá Corrêa, com um e-book que reúne uma seleção dos seus principais textos para o veículo que ajudou a criar. "Olhar perto, enxergar longe: crônicas ambientais atemporais" traz 98 colunas do jornalista e fotógrafo sobre os mais variados temas ambientais: desde mudanças climáticas e áreas protegidas, até trilhas e beija-flores. O olhar sensível e a escrita afiada de Marcos transformavam tudo em uma boa história.

Notícias
5 de abril de 2022

Biodiversidade em pauta: Um guia para comunicadores

Disponível para download, publicação voltada para comunicadores nasce da necessidade de multiplicar e aprofundar os espaços na mídia para a cobertura da biodiversidade

Biblioteca
26 de julho de 2022

Mata Atlântica: novas histórias

A Mata Atlântica foi por séculos o palco da destruição predatória da natureza. O resultado é um bioma fragmentado, depauperado ou simplesmente desaparecido. A história da Mata Atlântica, entretanto, ainda não acabou. Nas últimas décadas multiplicaram-se movimentos para não apenas proteger, mas restaurar, tanto quanto possível, a potência ecológica da Mata. São iniciativas de conexão, recuperação e resgate. Esse é o tema de “Mata Atlântica: novas histórias”, especial produzido por Gem Saviour com apoio do Instituto Serrapilheira.

Mais de Gem Saviour

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.