Salada Verde

Partido Verde quer que MP investigue liberação de pesca em Fernando de Noronha

Bancada protocolou pedido para que o termo de compromisso assinado no feriado prolongado seja analisado. Parlamentares consideram que medida coloca em risco o equilíbrio ecológico da região

Daniele Bragança·
8 de novembro de 2020·3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Parlamentares da bancada do Partido Verde na Câmara dos Deputados protocolaram um pedido para que o Ministério Público investigue a liberação de pesca de sardinha dentro do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. A solicitação foi encaminhada na sexta-feira (06) ao Coordenador da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão (Meio Ambiente e Patrimônio Cultural) do Ministério Público Federal, procurador Nívio de Freitas Silva Filho, em Brasília.

Os parlamentares signatários estão receosos que a decisão anunciada informalmente pelo Secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif, na sexta-feira retrasada (30), contraria parecer técnico do órgão responsável pela gestão do Parque Nacional de Fernando de Noronha e coloque em risco o já fragilizado ecossistema local. “A liberação da pesca da sardinha, sem aparo técnico, em pleno defeso da espécie, pode ser o ‘estopim’ para a liberação da pesca de outras espécies, não só em Fernando de Noronha como pelo país afora, além de avançar nos processos insustentáveis para estas áreas protegidas, privilegiando a ocupação desordenada para favorecer atividades relacionadas ao turismo e a especulação imobiliária”, alerta a bancada. (Daniele Bragança)

 

Leia Também 

ICMBio não esclarece critérios de quem poderá capturar sardinha em Noronha

 

  • Daniele Bragança

    Repórter e editora do site Gem Saviour, especializada na cobertura de legislação e política ambiental.

Leia também

Reportagens
5 de novembro de 2020

ICMBio não esclarece critérios de quem poderá capturar sardinha em Noronha

A lista de eventuais signatários inclui donos de pousadas, sócios de empresas, servidores públicos, funcionários assalariados e condutores de visitantes

Salada Verde
4 de março de 2024

Morre o diplomata Daniel Fonseca, coordenador de Ação Climática do MRE

Fonseca estava em Ruanda para reunião do Conselho do Fundo Verde para o Clima. O diplomata atuava como coordenador da força tarefa de clima no G20

Salada Verde
4 de março de 2024

Após tentar reabrir estrada sem licenças, prefeitura de Magé (RJ) ignora autoridades

Município tentou reabrir estrada abandonada dentro da zona de amortecimento do PARNA Serra dos Órgãos; prefeitura ignora INEA e MPRJ, mas secretaria admite danos

Mais de Gem Saviour

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.